7 razões indiscutíveis para você aprender Libras!

7 razões indiscutíveis para você aprender Libras!

Em 2002, a Língua Brasileira de Sinais (conhecida como Libras) foi reconhecida por lei (Lei nº 10.436) como o meio oficial de comunicação no país. Portanto, se você fala português, mas também consegue se comunicar em Libras, pode se considerar uma pessoa bilíngue. Mas existem outros motivos além do currículo para aprender Libras, como mostraremos mais adiante.

1 – A origem da língua brasileira de sinais

Ainda no século 19, o imperador Dom Pedro II convidou ao Brasil o professor de francês Eduard Huet, que era surdo e conhecia bem a língua de sinais francesa. Hue trouxe diversos documentos para o ensino de surdos e ajudou a fundar a primeira escola especial no Brasil em 26 de setembro de 1857, hoje conhecida como Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). A Casa D. Pedro II interessou-se particularmente pela implantação do Instituto, pois seu neto, filho da Princesa Isabel, era surdo.

Assim, Libras é considerada uma mistura da tradicional língua de sinais francesa com gestos que já eram usados ​​por surdos brasileiros antes da chegada de Edouard Huet.

2 – Cursos grátis para aprender Libras

Quando você começa a aprender Libras, a ênfase inicial não está em aprender a apontar com precisão, mas em compreender os sinais. Prestar atenção à conversa entre duas pessoas surdas o ajudará a absorver mais o conteúdo da linguagem e a reproduzir as pistas com mais naturalidade. O ideal é estudar frases e contextos todos os dias para tornar seu estudo de Libras mais eficaz.

Você pode aprender libras gratuitamente online, existem vários sites que oferecem cursos básicos para quem quer aprender. Se você se interessou, basta clicar aqui e dar seu primeiro passo para esse mundo e se tornar uma pessoa mais inclusiva!

3 – Libras contra português

Para os surdos, uma das grandes vantagens de aprender Libras em relação ao português é o fato da língua de sinais ser composta por expressões faciais e corporais, enquanto o português se baseia apenas no som das palavras, dificultando o aprendizado com os surdos. O português, como outras línguas faladas, é uma experiência de escuta.

É importante que as crianças surdas comecem os estudos com Libras desde cedo, mas também é importante, mesmo para essas crianças, aprender o português. Aprender as duas línguas contribuirá para a integração na sociedade.

Assim, a criança desenvolve formas de interagir com as pessoas, ampliando a percepção de mundo, contribuindo para sua futura inserção no mercado de trabalho.

4 – Aprender Libras é obrigatório

A Portaria do Governo Federal (nº 5626) específica que Libras deve ser incluída na disciplina de formação de professores e cursos de fonoaudiologia.

Os estudos de Libra são essenciais para a superação de barreiras de comunicação, compreensão da cultura surda (estilos de vida, hábitos e problemas) e integração social.

Mas, além da obrigação, há também a questão do desenvolvimento profissional. Os professores formados em Libras são, obviamente, mais valiosos e tendem a ganhar mais.

5 – Existe Libras com os pés

O movimento da mão da libra é usado para assinar letras / palavras. Mas como os surdos se comunicariam se não pudessem usar as mãos ou os braços, ou na ausência? Nesse caso, existe outra forma de comunicação em Libra, marcando as letras do alfabeto com os pés.

6 – A linguagem de sinais não é universal

É um erro pensar que a linguagem de sinais é uma versão em linguagem de sinais das línguas faladas porque obedecem a regras diferentes e a uma gramática muito complexa. Em todo o mundo, as línguas de sinais diferem de acordo com aspectos geográficos, históricos e culturais, assim como a língua falada oralmente pelos ouvintes. No Japão, por exemplo, a linguagem de sinais é chamada de Nihon Shuwa e é usada como forma de comunicação por 95% da população surda.

7 – Profissão Intérprete de Libras

A profissão de tradutor de Libras é regulamentada por lei (mais informações aqui) e esses profissionais se concentram na área da educação, em sala de aula, sendo um canal de comunicação entre o aluno surdo e a comunidade escolar.

Além dessa área de especialização, destaca-se a importância do tradutor para a transmissão de conteúdo para surdos em eventos, emissoras e estúdios de televisão, garantindo a disponibilidade de recursos de informação.

Conhece alguém que utiliza a Libras para se comunicar? Tem vontade de aprender a língua de sinais? Conte para nós.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.