Crescimento de lojas virtuais na pandemia

Crescimento de lojas virtuais na pandemia

Devido a pandemia mundial de Covid-19, várias empresas tiveram que fechar suas portas. Com isso o mercado de e-commerce – as famosas lojas virtuais – cresceu muito no Brasil. Estudos apontam que essa modalidade de loja recebe milhares de acessos diários e já é responsável por gerar grande parte do faturamento das empresas.

Confira neste artigo quais foram os setores que mais se beneficiaram do e-commerce no Brasil, de acordo com uma pesquisa realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) em 2020.

Informática e Comunicação

Responsável por aproximar as pessoas, a tecnologia é uma grande aliada em tempos de isolamento social. As lojas virtuais de informática e comunicação foram as que mais cresceram durante a pandemia.

Os itens mais comprados foram: telefones, vídeo games e jogos eletrônicos.

Papelarias e Livrarias

Outro setor que teve suas vendas multiplicadas durante a pandemia foi o de papelaria e livraria.

Os empresários contam que mesmo com as lojas físicas fechadas, as pessoas têm fácil acesso a indicações de livros pelas redes sociais e por isso acabam optando pela compra online de livros e artigos de papelaria por meio das lojas virtuais.

Livros são ótimas opções para aliviar a mente de toda a tensão que uma pandemia pode causar, então á fácil compreender porque esse setor está entre os que mais cresceram em vendas virtuais.

Móveis e eletrodomésticos

O mercado de móveis e eletrodomésticos também aqueceu durante a pandemia. Apesar de muitos clientes gostarem de conhecer o produto na loja física antes de adquirir pela loja virtual, pesquisam mostram que mesmo sem poder ter essa experiência durante o período de afastamento social as pessoas continuaram optando por realizar a compra de móveis e eletrodomésticos por meio das lojas virtuais.

Itens como geladeira, fogão e sofá podem ser escolhidos e comprados pela Internet e recebidos em casa, com a mesma segurança da loja física.

Moda: roupas e calçados

O comércio de roupas e calçados também aumentou exponencialmente. Sites de roupas femininas, sites de roupas masculinas e sites de roupas infantis aproveitaram a oportunidade e se destacaram.

Por exemplo, quem procurou por roupa infantil encontrou uma grande diversidade de ofertas. E para quem tinha receio de comprar roupas ou sapatos pela Internet, a vantagem é que você pode realizar trocas e ter todas as garantias que teria na loja física, só que na comodidade da sua casa. Então se você errar a numeração do calçado ou o tamanho da roupa infantil, basta entrar em contato com a loja e solicitar a troca ou devolução.

É um bom momento para abrir uma loja virtual?

As barreiras que a Covid-19 trouxeram para a vida dos brasileiros demonstrara que mesmo diante de dificuldades ainda é possível reinventar e criar soluções.

O Brasil registou a abertura de milhares de lojas virtuais, isso porque o empreendedor sabe que o comércio digital é uma modalidade em expansão e que pode alcançar diversos clientes, de diferentes faixas etárias, classes sociais e gostos.

Apesar do momento estar propício para a abertura de lojas virtuais, vale lembrar que estar presente nas plataformas digitais é um avanço para toda organização.

Conclusão

A pandemia foi responsável por aumentar a presença das empresas no meio virtual. Lojas de diversos segmentos optaram por criar seus sites e abrir lojas virtuais disponibilizando seus produtos. Pode-se concluir que estar presente nas redes sociais e na Internet é um avanço para organizações de qualquer tamanho, que consegue expor seus serviços e produtos para um número infinitamente maior de pessoas. Apesar das regras de distanciamento social terem prejudicado o trabalho de muitas pessoas, elas também deram oportunidade para que muitas empresas repensassem seu modo de vender e evoluíssem através da Internet!

Diego Augusto

Diego Augusto

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

O milagre do crédito

O milagre do crédito

Imagine um homem com seu salário de 800 reais, casado com uma mulher que possui uma renda de 1,2 mil reais. O poder de compra dessa família se restringe em 2 mil re...

Ler artigo

Otimizado por Lucas Ferraz.