Investidor Anjo: Saiba o Que É e Como Conseguir

Iniciar um projeto novo é sempre um desafio, com o empreendedor tendo que lidar com as dificuldades de ser um nome novo no mercado, de conquistar a confiança do público, além do investimento financeiro em si do projeto, algo que um investidor anjo pode ajudar.

Investidor Anjo: Saiba o Que É e Como Conseguir

Afinal, para que um projeto funcione, principalmente um que tenha alguma motivação comercial, ele precisa ter algum tipo de suporte, que consiga dar apoio para essas atividades iniciais, até que um retorno financeiro comece a se mostrar presente.

E de fato abrir um novo negócio é um dos grandes objetivos daqueles que atuam no mercado, vide o avanço das tecnologias e das novas possibilidades de trabalho, que aprimoram métodos tradicionais e introduzem novas ferramentas de mercado.

Como uma empresa que trabalha com a realização de eventos, que hoje pode não apenas oferecer os seus serviços via internet, como também pode trabalhar com a ajuda desta ferramenta, contratando um casting para feiras direto das plataformas digitais.

O contato com fornecedores, a aplicação de um software de programação em relação às atividades que devem ser executadas pela empresa, além de outras técnicas que podem ser implementadas ou aprimoradas através dos dispositivos eletrônicos.

Cada uma dessas ferramentas é também uma oportunidade de negócio, como na abertura de uma empresa de fornecimento para eventos, uma companhia de informática, que trabalha com o desenvolvimentos de programas para computador, entre outras opções.

Um conjunto amplo de projetos que podem melhorar as atividades do mercado, assim como desenvolver a si mesmas como grandes auxiliares do meio comercial, como uma empresa que desenvolve um sistema de gestão de ativos para si, e depois o comercializa.

Independente do objetivo inicial dessas empresas, ou até mesmo dos seus portes, para que ela chegue a uma posição superior, esse negócio terá que contar com algum tipo de investimento, sendo esse o momento no qual os investidores anjo entram.

Como age um investidor anjo?

De certa forma, sendo reconhecido como o anjo da guarda do mercado financeiro, a função do investidor anjo é justamente resguardar a base de uma empresa, enquanto ela se prepara para dar voos maiores, mas até que isso aconteça elas precisam de uma proteção.

Diferente de outros tipos de profissionais e entidades que trabalham com algum tipo de investimento, que apostam em um projeto em troca de alguma participação direta nos negócios, os investidores anjos possuem uma relação menos direta.

De fato, eles recebem uma pequena participação dos lucros da empresa, mas esse valor está mais ligado ao retorno do seu investimento do que a aquisição de uma parte significativa da quantia alcançada por esse projeto que chega em fase de crescimento.

São como os serviços realizados por uma serviços de engenharia e tributação, que otimiza as atividades financeiras da empresa em troca de uma remuneração por seus serviços ali realizados, que são responsáveis por um maior aproveitamento da empresa.

A função de um investidor anjo se aproxima mais disso do que os juros cobrados por bancos, com o seu valor de retorno não estando ligada a exploração do sucesso de um projeto, sendo mais interessado em como sustentar o seu sucesso inicial.

Uma forma de se criar uma relação positiva para ambas as partes envolvidas, tanto os investidores como essa companhia que caminha para uma positiva posição comercial, com potencial de se tornar em algo ainda maior.

A contribuição de um investidor anjo, no entanto, não é apenas financeira, com esses profissionais retribuindo também com os seus conhecimentos, agindo como uma espécie de mentor para as atividades realizadas por um negócio.

Como em empresas de assessoria contábil, no qual esse investidor pode ajudar de forma financeira, ao mesmo tempo que oferece conselhos se essa for a sua área de atuação, assim na recomendação de clientes até, utilizando o seu networking.

Contudo, apesar de toda essa interferência, o investidor anjo não possui uma participação direta nos negócios, agindo mais como um aporte financeiro para as atividades que ali serão executadas, auxiliando nesses primeiros passos.

A aproximação deles com as startups

Inclusive, é importante alertar que os investidores anjos não costumam simplesmente apostar em um projeto, eles costumam analisar o mercado e escolher investir em uma proposta comercial que já apresenta algum tipo de êxito em suas atividades.

Por isso, é comum que esses investidores apostem em startups, empresas jovens que se destacam com suas estratégias flexíveis e novas para o mercado, com potencial de se desenvolverem como grandes operadores no mercado.

O tempo que se espera para que um investimento retorne seus lucros pode ser de até 10 anos, podendo render financeiramente em um curto ou longo prazo.

Como em um investimento em um consórcio, nos quais os lucros são resgatados apenas com o alcance de um valor mínimo para se chegar à cota contemplada, ou ao ser sorteado, com os investidores anjos agindo como essas empresas de consórcio.

E se tais investidores possuem hoje uma grande importância no mercado estrangeiro, o mesmo começa a ser replicado por aqui, com investidores nacionais e do exterior mostrando-se interessados em apostar no mercado nacional.

Isso ocorre principalmente pelo espírito criativo dos empreendedores brasileiros, que já acostumados a se adaptar ao ritmo nacional de mudanças, usam desse mesmo estilo para otimizarem as atividades comerciais que envolvem os seus projetos.

Outro motivo que explica a aplicação de investimentos estrangeiros no país está no modelo de lucro desses investidores, que costumam apostar em diversos projetos de forma a garantir um resultado a curto prazo, diante a pluralidade de investimentos.

Alguns dos setores comuns de aposta de um investidor anjo são:

  • Tecnologia;
  • Soluções digitais;
  • Escritórios de finanças;
  • Novos meios de mercado.

 Ao adotar diversos projetos esses investidores atuam como uma estratégia ampla, aumentando as suas chances de sucesso.

Uma situação similar a um serviço de antecipação de duplicatas, onde ao negociar os créditos de diversos clientes, uma agência financeira encontra maneiras de lucrar com dívidas antes paralisadas, ao apresentar melhores opções para esses clientes.

Logo, o trabalho realizado por um investidor anjo é benéfico não apenas para os abrangidos por essa aplicação de capital, como também para os responsáveis por tais investimentos.

Os benefícios de se associar a um investidor anjo

Encontrar um investidor para o seu projeto pode garantir ao mesmo um alcance de objetivos que não só demoraria mais tempo para ser conquistado, como sequer poderia ser alcançado, se dependesse unicamente do empenho dos seus desenvolvedores.

Por isso, entre as vantagens comerciais de associar a esses investidores se destacam:

  • O seu negócio crescendo mais rápido;
  • Os conhecimentos do investidor;
  • Contratos financeiros mais flexíveis.

Muito já foi dito sobre as vantagens que são conquistadas ao contar com um investidor anjo por trás do seu projeto comercial, mas é importante citar também as melhores possibilidades econômicas que eles apresentam em relação às instituições tradicionais.

Fora a dificuldade de convencer os gerentes e representantes dos bancos sobre o porquê eles devem investir em um projeto, muitas vezes os valores cobrados por esses profissionais são absurdos, com grandes juros embutidos nas parcelas de pagamento.

Uma relação que exige a análise de um bom escritório de consultoria contábil, capaz de identificar as melhores propostas em relação a esses encargos financeiros. Algo muito mais flexível com o aporte econômico dos investidores anjos.

Os benefícios de se tornar um investidor anjo

Para um empreendedor que já possui um bom histórico no mercado, um capital parado e pretende ajudar outros profissionais a se destacarem de forma igual, se tornar um investidor anjo é uma das melhores opções, alcançando alguns benefícios, como:

  • Diversidade de aplicação de capital;
  • Contribuição para projetos inovadores;
  • Participação em negócios de alta taxa de lucratividade.

Saber no que aplicar o seu dinheiro, de forma a não deixar um montante financeiro juntando poeiras nos cofres, é um dos grandes desafios dos grandes empreendedores modernos, necessitando do auxílio de uma assessoria contábil para otimizar os seus investimentos.

Sem dúvida, a atuação de um investidor anjo é uma forma de aprimorar as suas aplicações financeiras, diversificando o seu ramo de atuação, assim como permitindo que novas tecnologias e ferramentas sejam descobertas, a partir do seu apoio financeiro.

Além desse ganho motivacional, existe também a relação de multiplicação de capital, com o real crescimento de muitos desses projetos, que nascem como negócios alternativos e podem se tornar grandes empresas em seu setor, como os atuais gigantes da tecnologia.

Portanto, com essa relação de ganhos duplos, é possível afirmar que a ação dos investidores anjos é uma das mais importantes para o processo de renovação do mercado, permitindo que novos projetos tenham chances de triunfar, mesmo disputando um espaço já tão concorrido.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Outros artigos

Você pode ter interesse em:

Como a LGPD atuará dentro das instituições financeiras?

Como a LGPD atuará dentro das instituições financeiras?

Brasileiros são considerados empreendedores digitais de sucesso

Brasileiros são considerados empreendedores digitais de sucesso

Conta poupança: saiba como funciona

Conta poupança: saiba como funciona

3 dicas para comprar apartamento e não se endividar

3 dicas para comprar apartamento e não se endividar

Por que os jovens mudam tanto de emprego?

Por que os jovens mudam tanto de emprego?

Inteligência Emocional e o seu Crescimento Profissional

Inteligência Emocional e o seu Crescimento Profissional