Como emitir nota fiscal eletrônica

Muitas pessoas têm o plano de abrir uma empresa e realizar o sonho de empreender, não dar mais satisfação para um chefe, e poder trabalhar com o produto que gosta.

Porém o que muitas pessoas não pensam é que as coisas não são tão simples assim. Apesar de não ter mais um chefe para falar na sua cabeça, você se torna o seu próprio chefe, e com isso vem um caminhão de responsabilidades.

E é justamente nessa parte dessa responsabilidade que muitas pessoas acabam falhando e também falindo. Não é à toa que as microempresas têm a maior taxa de mortalidade nos empreendimentos no Brasil

Lidar com fornecedores, aguentar clientes estressados, pagar impostos, gerenciar sistema de gestão online e emitir notas fiscais. 

Essa última citada por exemplo, é algo básico e que todo negócio vai ter que fazer, e mesmo assim muitas pessoas não fazem a menor ideia de como se faz. 

Como emitir nota fiscal eletrônica

As notas fiscais eletrônicas são fundamentais para qualquer negócio, ajudando tanto o empresário a ter um controle bom de saídas da sua empresa, e também ajuda o governo a se organizar com os impostos.

Basicamente, não dá para tocar a empresa sem ter um conhecimento específico nessa área, e é por isso que hoje nós vamos falar sobre isso.

Hoje vamos explicar qual a importância das notas fiscais, explicar como emiti-las e dar algumas dicas que podem ser muito úteis no seu negócio.

O que é a NF-e?

Primeiro, temos que lembrar que as notas fiscais prestam um serviço importantíssimo em uma empresa. Através dela, você registra as operações de compra e venda de cada produto ou serviço oferecido.

Além disso, é através dela que é recolhido alguns impostos obrigatórios desses negócios, como o ICMS e o ISS.

Como Tirar Nota Fiscal Eletrônica?

Vamos seguir um passo a passo bem intuitivo para impedir que você cometa qualquer tipo de erro na hora de emitir a sua NF-e. sabemos que de primeiro momento a emissão pode parecer complexa, mas é simples e vamos provar.

Saiba qual nota vai emitir

Primeiramente é preciso entender que existem diferentes tipos de notas, e você precisa entender qual é correspondente ao seu negócio.

Existem aquelas para produto, para serviço, para consumidor. E para descobrir a sua, você precisa checar o enquadramento fiscal da sua empresa, bem como a situação cadastral dela. Assim você pode saber também quais os documentos necessários.

Esse é um bom momento para se ter um contador, já que ele faria esse processo para você, evitando toda a dor de cabeça que essa parte burocrática dá.

Adquira um certificado digital

Um certificado digital é obrigatório para quem quer tirar uma NF-e. Então se a sua empresa não tiver uma, é necessário correr atrás disso.

No caso, isso é como se fosse uma assinatura virtual que dá segurança para a operação toda, isso porque ela garante que toda operação feita pela sua empresa é real e autêntica, nem como suas notas.

E quando for adquirir o certificado, não se esqueça que você só pode comprá-la diretamente de uma Autoridade Certificadora, e garanta que ela seja devidamente credenciada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras, a ICP.

Assim que adquirir o certificado, você vai precisar ainda validar as informações. Para isso você vai precisar levar seus documentos para uma Autoridade de Registro. Fazendo isso você vai poder configurar o seu token ou então o seu Smartcard de acesso.

Credencie-se na Secretaria Estadual ou então Municipal de Fazenda ou Finanças

Depois de todo esse processo, você deve procurar o órgão governamental que é responsável pelos trâmites de cada nota fiscal. Você precisa de mais uma autorização, desta vez para poder emitir o documento.

Se a nota for para produto, você precisa entrar em contato com a Secretaria Estadual da Fazenda correspondente a região da sua empresa

Se por acaso a nota for de serviço, você precisa falar com a Secretaria Municipal de Finanças que seja correspondente ao onde seu negócio está cadastrado.

É preciso ter em mente que cada região tem suas próprias regras e processos, e você deve pesquisar se o seu estado tem algo diferente das demais regiões.

Por fim, o que você vai precisar vai ser um programa emissor de notas, que vai gerar as notas da forma correta já as encaminhando para a receita federal, automatizando todo o processo.

Você deve procurar algum que seja específico para seu tipo de nota, o que também não é difícil de encontrar. A esse ponto, a parte mais difícil do processo todo já foi, e tudo o que você precisa fazer é tomar cuidado para emitir a nota corretamente.

Conclusão

Em resumo, emitir uma NF-e é um processo que pode parecer complexo, mas que é extremamente necessário para garantir que você esteja controlando as compras e vendas do seu negócio, e que também esteja em dia com o pagamento de impostos.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Outros artigos

2020 e as Finanças Pessoais

2020 e as Finanças Pessoais

2020 começa com novas regras. E essas novas regras vão mexer com o bolso do brasileiro. Trata-se de leis, resoluções e decretos aprovados durante o ano de 2019, mas...

Ler artigo

Você pode ter interesse em:

Saiba tudo sobre impostos federais, estaduais e municipais

Saiba tudo sobre impostos federais, estaduais e municipais

Fluxo de caixa: entenda a sua importância e saiba como implementar

Fluxo de caixa: entenda a sua importância e saiba como implementar

Como estimar o valuation da minha startup?

Como estimar o valuation da minha startup?

Qual é a importância de um cronograma financeiro para uma empresa?

Qual é a importância de um cronograma financeiro para uma empresa?

Descubra 5 aplicativos para controle financeiro

Descubra 5 aplicativos para controle financeiro

3 erros que sua empresa pode estar cometendo na gestão financeira

3 erros que sua empresa pode estar cometendo na gestão financeira