Loja Virtual ou Marketplace: qual escolher?

Loja Virtual ou Marketplace: qual escolher?

Conforto, privacidade e praticidade: não é à toa que o comércio eletrônico está em alta! Na verdade, cada vez mais pessoas preferem comprar online. Mas quem quer vender online precisa saber escolher os melhores canais digitais. É neste momento que surge a pergunta: marketplace ou loja virtual?

Antes de decidir em qual modalidade investir, é fundamental entender a diferença entre ambas. Embora cumpram a mesma função, apresentam diferenças significativas. A confusão às vezes surge porque os dois são canais de vendas pela Internet. 

O marketplace é um site mediado por uma empresa e desenvolvido para que vários lojistas (chamados normalmente de sellers) possam se cadastrar e vender seus produtos online. Alguns dos mais conhecidos são: Magazine Luiza, Lojas Americanas e Mercado Livre. Por outro lado, uma loja virtual pertence a uma única empresa que vende seus próprios produtos.

Então, se a sua ideia é vender em marketplaces, é importante saber que ter uma loja virtual própria facilita todo o processo. Portanto, os vendedores que não tem um canal próprio de vendas online terão mais dificuldades para entrar nesse mercado.

A seguir, vamos destacar algumas diferenças entre marketplaces e lojas virtuais.

Personalização

Quando um comerciante está dando seus primeiros passos no mundo do e-commerce, se torna importante reafirmar a identidade de sua marca. Assim, os proprietários de lojas virtuais podem personalizar o design do seu site para projetar a imagem do seu negócio.

Com diversos recursos (templates especiais, fontes, cores e imagens) é possível customizar a loja online e se diferenciar da concorrência. Porém, quando se vende em um marketplace isso é muito limitado.  

Visibilidade

Um fator importante para ampliar as vendas na Internet é a visibilidade, ou seja, a quantidade de vezes que um site aparece nos resultados de pesquisa dos principais motores de busca. Neste ponto, o marketplace oferece maior visibilidade do que uma loja virtual. Isso porque essas empresas investem muito em divulgação.

Lucros

Outra grande diferença dessas ferramentas digitais são os lucros gerados. No marketplace, a plataforma atua como intermediária, conectando lojistas e compradores, portanto, cobra uma comissão que varia em média entre 16% e 20% sobre as vendas. Enquanto na loja virtual, por não haver intermediários tão caros, o lucro torna-se maior para o vendedor.

Para Heidi Georg, co-founder da B2 Rocket – consultoria de e-commerce, “apesar de os marketplaces alavancarem as vendas, é importante planejar uma estratégia para estimular nos novos consumidores o tráfego na loja virtual, onde a margem de lucro é muito maior, a recorrência na venda é mais provável, assim como a lembrança da marca”. 

Endereço de domínio

O endereço de domínio é uma diferença importante que deve ser considerada. O fato de o endereço de sua loja online incluir o nome de sua empresa torna mais fácil para os clientes encontrarem você na Internet. Já o marketplace tem um domínio geral que não está associado a nenhuma marca.

Porém, como já citamos, oferece mais visibilidade na web, o que pode ser uma grande vantagem para comerciantes que não investem em estratégias de marketing para gerar mais tráfego para sua loja virtual.

Mais segurança

O momento crucial de uma venda online está no processo de pagamento. Se o cliente não confiar em sua loja virtual, ele poderá desistir da compra e procurar a sua concorrência. No entanto, em um marketplace amplamente reconhecido, os consumidores se sentem mais seguros em fornecer seus dados pessoais para efetuar o pagamento. 

Além disso, por serem plataformas consolidadas, gerenciam um sistema de vendas fácil de entender. Assim, com poucos cliques, os usuários poderão adquirir o produto que desejam sem complicação.

Outro benefício importante é a segurança proporcionada pelos marketplaces contra ataques cibernéticos. Grandes plataformas investem em medidas eficientes de proteção do sistema. 

Loja virtual ou marketplace?

Sem dúvida, ambas as alternativas são excelentes para estabelecer um canal de vendas online. Em suma, vender em sua própria loja virtual e em um marketplace são duas estratégias mais do que compatíveis e, portanto, não é necessário que você escolha apenas uma delas. 

Perceba que as duas soluções se complementam, e essa união certamente pode fortalecer suas vendas. Marketplaces são ideais para empresas que querem alavancar seus resultados, mas também são uma boa opção para quem está começando a se integrar no comércio eletrônico.

A B2 Rocket cria sua loja virtual e faz a gestão do seu negócio em marketplaces. São mais de 20 profissionais dedicados a planejar uma estratégia exclusiva para o seu negócio.

Diego Augusto

Diego Augusto

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.