O que é startup: conceito, tipos e os passos para a sua criação

O que é startup: conceito, tipos e os passos para a sua criação

Muitos modelos inovadores de negócios estão em alta, um deles é as startups, que utilizam espaços colaborativos como coworking bh e em outras diversas partes do país e do mundo. Quer entender melhor o que é startup, os tipos e os passos para a sua criação? Então confira tudo neste post!

O setor de startup teve um crescimento de 80% do volume de aportes em 2020 no Brasil. E os bons resultados dos últimos anos tem atraído diversos empreendedores para essa inovadora forma de empreender.

Quer entender o que é startup e como começar uma? Então, acompanhe a leitura!

Afinal, o que é uma startup?

O que é startup: o modelo de negócios de startups é jovem como sua principal característica, apesar de existir desde os anos 1970, foi no final dos anos de 1990 devido a crise nos empreendimentos ponto-com, que as startups ganharam força. 

Contudo, não é qualquer empresa que é considerada uma startup, sendo preciso seguir alguns critérios para isso:

  • Automação de soluções
  • Escalabilidade
  • Repetição
  • Ideia inovadora e ainda não explorada pelo mercado
  • Modelo de negócio adaptável
  • Riscos e incertezas
  • Base tecnológica, mesmo que o produto em si não seja voltado para essa área

Assim, para ser considerada uma startup, o modelo de negócio deve ser inovador e diferente do tradicional. Com o crescimento, o que é startup pode deixar de ser, sobretudo quando alcança a estabilidade no mercado e fica longe das incertezas comuns desse modelo de negócio. 

Um dos casos mais famosos de uma startup é a Apple, fundada no ano de 1976 em uma garagem, também surgiu como uma e, alguns anos depois, se tornou a primeira empresa do mundo a alcançar R$ 1 trilhão de valor de mercado.

Outras empresas gigantes da atualidade também começaram com o que é startup e, posteriormente, se tornaram referência no mercado, é o caso da HP e do Google. 

O que é uma startup exemplo?

Atualmente já existe algumas startups brasileiras bem conhecidos e que são exemplos, como:

Clickbus

O que é startup Clickbus ela oferece passagens que podem ser compradas virtualmente pelos clientes. Com isso, ela revolucionou o mercado e já é um dos destaques no setor brasileiro. 

As passagens vendidas são de empresas de ônibus que atendem cerca de 3 mil municípios do país. Pelo site, o usuário consegue comprar as suas passagens sem complicações e em poucos minutos.

Dr. Cuco

O que é startup: o Dr. Cuco faz parte das startups brasileiras e oferece a solução para pessoas que possuem doenças crônicas e precisam acompanhar e ter acesso a cuidados que facilitem o seu tratamento. 

O aplicativo oferece muitas funcionalidades ao usuário, como:

  • Monitoramento da patologia
  • Lembretes para que o usuário possa tomar as medicações recomendadas pelo médico

Os pacientes das seguintes doenças crônicas podem utilizar o app do Dr. Cuco para utilizar as suas funcionalidades:

  • Hipertensão
  • Diabetes
  • Colesterol alto

Bank2B

A Bank2B oferece linhas de crédito para empreendedores, com taxas mais baixas do que as de algumas instituições bancárias, os juros e prazos atraem muitos empresários que precisam adquirir crédito para dar continuidade ao seu negócio.

Com uma burocracia menor, a Bank2B permite que os valores sejam liberados mais rapidamente, facilitando o processo para os empreendedores que precisam da quantia solicitada. 

Unbox

Vender online é um processo que pode ser facilitado com a solução da Unbox, a startup oferece solução para facilitar a venda de ponta a ponta.

Com isso, o cliente que utiliza a solução da Unbox tem a sua loja virtual de forma rápida e segura, integrada com meios de pagamento e também com as transportadoras que farão as entregas das mercadorias comercializadas. 

Para que serve uma startup?

A Startup é um modelo de negócios, que precisa oferecer uma solução inovadora e que seja facilmente repetível e escalável e que ainda não seja consolidada no mercado, ou seja, um negócio novo.

Tipos de startup

O que é startup: engana-se quem pensa que existe apenas um tipo de startups brasileiras e internacionais. Por isso conheças os tipos mais comuns:

Buyable Startups

Esse é um tipo de startup que geralmente há um financiamento para viabilizar o negócio. 

Dessa forma, há necessidade de investidores para que a startup inicie ou continue as suas operações. Atualmente, os investidores anjos e o crowdfunding são as principais formas de financiamento utilizadas pelas buyable startups.

Large-Company Startups

As large-company startups já são um tipo que está há algum tempo no mercado e, consequentemente, precisam inovar de forma recorrente.

Lifestyle Startups

Indicado para empreendedores que amam o que fazem, mas não pensam em ficar milionário com o seu negócio próprio. As Lifestyle Startups podem ser desde venda de artesanatos até outras habilidades manuais ou outras que se encaixem nesse modelo. 

Scalable Startups

O que é startup scalable: startups que tem como objetivo crescer uniformemente e que consiga atender as demandas desse crescimento. Além disso, são empresas que terão suas ações na bolsa de valores. 

Small-Business Startups

Negócios pequenos, mas que impactam a comunidade local podem ser Small-Business Startups. Dessa forma, sua rentabilidade e crescimento são modestos, porém importantes para a empregabilidade da região.

Social Startup

O que é startup: esse modelo de startup segue os critérios básicos, como escalabilidade, repetibilidade, inovação e tecnologia, ele também é direcionado ao terceiro setor. Ou seja, para oferecer soluções para as comunidades e problemas sociais. 

Passos para criar uma startup

Para criar um startup é necessário realizar alguns passos:

Determine o valor

Para viabilizar o negócio, é preciso de capital. Assim, defina a quantia necessária para começar e crie formas de conseguir o valor, como monetizar suas habilidades e conhecimentos. 

Analise o mercado

Avalie o melhor momento para criar a startup e lançar seus produtos. Conheça os concorrentes, seus pontos fortes e fracos.

Selecione o nicho de atuação

Escolha um nicho de acordo com o mercado e ambiente que a startup vai se inserir, desenvolvendo uma solução inovadora para atender a esse público. E não se esqueça de criar a proposta exclusiva (USP).

Faça um plano de negócios

Neste documento, você deve especificar diversos pontos da startup, como concorrentes, USP, produto, estratégias de marketing, mercado, concorrentes.

Depois de todos esses passos, não esqueça de contratar bons profissionais, divulgar a startup e buscar consumidores, formando uma base de clientes. Por último, mas igualmente importante, análise e dimensione os resultados para saber as novas metas e direcionamento do negócio. 

Agora que você já o que é startup, os tipos e os passos para a sua criação, caso queira montar siga as nossas dicas.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.