“Great Reset”: entenda mais sobre este plano

“Great Reset”: entenda mais sobre este plano

Os principais líderes globais das Nações Unidas se reuniram em uma reunião virtual do Fórum Econômico Mundial (FEM), Reino Unido e Estados Unidos, Fundo Monetário Internacional (FMI) e multinacionais discutiram um plano chamado Great Reset, em português, o “Grande Reinício”.  

Um conjunto de propostas vagamente apresentadas na reunião tem sido alvo de teóricos da conspiração por todo o mundo. Muitas pessoas acreditam, inclusive, em teorias que apontam um futuro “nefasto” de um governo mundial socialista, tendo um tom conspiratório extremamente forte. 

A pandemia tem transformado as relações de poder e o mercado financeiro. Desde as aplicações mais simples até os fundos de previdência privada têm sido alvo de questionamentos sobre a necessidade de investir para alcançar diferentes objetivos e ficar mais protegido da crise. 

Como o Great Reset começou? 

A iniciativa Great Reset começou em meados de 2020, pela liderança do Príncipe de Gales e de Klaus Schwab, chefe do Fórum Econômico Mundial. A ideia é de que a pandemia seja vista como uma chance de “reiniciar” a economia global. 

Há inclusive um vídeo de lançamento da iniciativa que mostra imagens do mundo em caos, como furacões, baleias mortas e muito mais, tudo isso com um discurso do príncipe Charles. Klaus Schwab que é um dos responsáveis pela ideia, já que ele organiza um evento anual que reúne algumas das pessoas mais poderosas do mundo. 

Schwab explica que a pandemia pode representar uma rara oportunidade para que todos possam refletir, redefinir e reimaginar o mundo em que queremos viver. A iniciativa não ficou apenas no vídeo e no encontro dos milionários, há também um podcast da iniciativa e um livro sobre o assunto. 

Apesar de vagos, o conjunto de ideias propostas fala sobre o fim do subsídio aos combustíveis fósseis e o imposto sobre riquezas. Há muitas ideias sobre assuntos em destaque atualmente como tecnologia, mudança climática, futuro do trabalho e segurança internacional. 

Teorias da Conspiração sobre o Great Reset 

É óbvio que o Great Reset atrairia os teóricos da conspiração. E a falta de clareza sobre o conjunto de ideias que norteia o “reinício” da economia global, abre ainda mais questionamentos sobre os reais objetivos dos líderes da iniciativa. 

Muitos conservadores e veículos de comunicação têm acusado a iniciativa de pressionar autoridades por políticas ambientais que são prejudiciais à economia. Muitas dúvidas falam sobre se seria possível fazer lobby por ideias que transformariam a economia global. Os teóricos voltam sempre a ideia de uma “doutrinação marxista”. 

As teorias conspiratórias sobre o Great Reset popularizam no fim de 2020 após um discurso do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, em uma reunião da ONU (Organizações das Nações Unidas). Em sua palavra, Trudeau ressalta a oportunidade que o mundo tem de reiniciar por conta da pandemia. Mesmo não se referindo diretamente a ideia do Great Reset. 

A principal discussão sobre conspirações está ligada ao desestímulo no uso de combustíveis fósseis e a igualdade de renda.  Tanto que a expressão “Great Reset” já recebeu mais de 8 milhões de interações no Facebook e mais de 2 milhões de compartilhamentos do Twitter, segundo pesquisa do BBC Monitoring. 

Entre as postagens mais populares sobre o tema estão declarações que apontam o Great Reset como uma grande conspiração dos poderosos de todo mundo, inclusive acusando a elite global de ter provocado a pandemia de COVID-19. 

Segundo a narrativa das teorias de conspiração sobre o assunto, as restrições causadas pelas medidas de distanciamento social foram impulsionadas para causar o colapso econômico e não para diminuir a velocidade da propagação do vírus. Para os conservadores, a iniciativa deseja levar o mundo a um governo socialista global dirigido pela elite global. 

Não à toa, as teorias da conspiração contaram com a ajuda de movimentos anti vacina, anti-lockdown e de extrema direita e esquerda para se propagarem pela internet.  

Qual é a tendência do Great Reset? 

Schwab destaca sempre o uso de projetos ecológicos de infraestrutura pública para impulsionar o crescimento verde. Porém, muitos conservadores acabam esquentando a discussão sobre a tentativa de uma “Nova Ordem Mundial” provocada pelo movimento. 

Ativistas online falam e ganham apoio de extremistas e conservadores que negam a existência do aquecimento global, o que pode ser um fator que dificulta a boa propaganda para o crescimento global da ideia do Great Reset. 

Porém, com o aquecimento global cada vez se mostrando como uma realidade assustadora devido às mudanças climáticas, talvez a maioria dos líderes de todo o mundo passem a discutir e aprofundar as ideias do Great Reset. 

Apesar de ser capitaneado por grandes nomes da economia global, o Great Reset ainda é um embrião. O conjunto de ideias que norteiam a iniciativa é bastante vago e merece olhares críticos para ganhar profundidade. E a tendência é que com a perpetuação da pandemia e a crise econômica global coloque o movimento cada vez mais em evidência no cenário mundial. 

Diego Augusto

Diego Augusto

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.