Inteligência Emocional e o seu Crescimento Profissional

Inteligência Emocional e o seu Crescimento Profissional

Talvez você tenha um colega muito difícil de trabalhar e conviver, alguém talvez muito próximo, possivelmente pode estar lá no seu íntimo! Alguém como o Lucas, um profissional que tem como principal característica explodir em momentos de pressão e descontar nos seus colegas, uma pessoa difícil, que ao ouvir um não, que ao se deparar com um problema, tem comportamentos negativos como: gritar, ofender, brigar e principalmente tornar o ambiente de trabalho um inferno.

Essas são características de pessoas com um nível de inteligência emocional baixo. Mas, o que é inteligência emocional? Segundo Daniel Goleman, “É a capacidade de lidar com as próprias emoções e com as emoções do outros”. A inteligência emocional está relacionada a dois conjuntos de competências que influenciam todos os seus relacionamentos, o primeiro Autorrelacionamento, que é a maneira como você se conhece e lida com as suas próprias emoções, e segundo os relacionamentos com outras pessoas, que implicam na forma como você lida com as emoções dos seus colegas de trabalho, amigos e familiares.

É comum esse tipo de pessoa “Difícil” dizer “eu não fiz por mal, mas é que isso me tira do sério e eu faço essas coisas”. Aqui está o grande detalhe, as emoções são diretamente ligadas aos comportamentos, ou seja, conforme as emoções sentidas temos determinados comportamentos e esses irão influenciar todas as nossas ações e consequentemente nossos resultados, tanto na vida profissional quanto na pessoal. Assim ao deixar uma emoção negativa como a raiva, dominar você, os seus comportamentos irão refletir nas suas ações e consequentemente nos seus relacionamentos e resultados profissionais.

E o que isso tem a ver com minha carreira? Hoje, além de termos os conhecimentos técnicos da nossa área de atuação, temos que dominar o maior número de competências gerais possíveis e aqui entra a inteligência emocional, quanto maior for o nível da sua inteligência emocional, maior serão as suas chances de estar apto a lidar com problemas mais complexos e difíceis, consequentemente assumir maiores responsabilidades, ou melhor, acelerar o seu crescimento profissional.

Portanto, irei lhe passar algumas dicas do que você pode fazer para aumentar o seu nível de inteligência emocional.Busque ter consciência sobre as suas emoções.

Pessoas com um nível alto de inteligência possuem um autoconhecimento sobre as suas emoções, são pessoas que reconhecem e sabem como vão reagir a determinadas situações e encontraram formas de lidar com elas. Assim, esteja atento e faça uma avaliação dos momentos em que as suas emoções tomam o controle e anote todos os comportamentos gerados por ela.

Agora que você tem a percepção sobre a emoção e comportamentos e reconhece a sua dificuldade, defina qual o resultado que você deseja em situações iguais às que aconteceram.

Após isso, defina também, os comportamentos que farão com que alcance esse resultado e assim identifique qual emoção que geraria esses comportamentos e resultados que deseja. Fazendo isso você conseguirá mudar os seus comportamentos e se tornará uma profissional cada vez mais preparado para lidar com situações difíceis.

Tenha clareza sobre os seus pontos fracos e fortes

Entenda que para se tornar um grande profissional você terá de maximizar os seus pontos fortes e minimizar os seus pontos fracos, e as nossas emoções estão inclusas nos dois pontos, assim busque conhecer sempre mais acerca de suas emoções e realize o exercício apresentado acima para diminuir as emoções negativas. Já para as emoções que estão dentro dos seus pontos fortes, como felicidade, alegria, perdão, otimismo, esperança, fé e etc, otimize-as, isto é, coloque-as nos momentos em que você percebe que irá lhe ajudar, pode ser em momentos difíceis, ou também nos momentos bons para deixá-los melhor ainda.

Aceite Feedback Construtivo

Profissionais que não conseguem lidar com feedback construtivos, que ficam na defensiva, não aceitam e não assumem as suas dificuldades, mostram que não são capazes de lidar com seus pontos fracos, que são vulneráveis emocionalmente e que não estão preparados para assumir mais responsabilidades. Faça do feedback um momento de reflexão e aprendizagem que fará você crescer e evoluir para estar cada vez mais perto dos seus objetivos profissionais.

Seja flexível para lidar com mudanças

Profissionais com um alto nível de inteligência emocional são flexíveis quanto a mudanças, e compreendem que a mudança é um processo natural e que deve ser vivido com otimismo e paciência. Ao se deparar com mudanças, algumas emoções negativas irão querer vir à tona, assim busque formas de controlá-las e procure se adaptar traçando um plano de ação para enfrentar as situações mais complicadas, caso tenha problemas, faça ajustes em sua estratégia, isso lhe dará mais segurança e serenidade.

Trazendo a teoria de Darwin para esse contexto, “o profissional com o maior número de opções irá dominar o sistema”. Faça da inteligência emocional mais uma opção e torne-se mais preparado e competitivo para o mercado de trabalho.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.