Eletrodoméstico importado vale a pena? Entenda

A verdade é que os produtos dos Estados Unidos são muito desejados pelos brasileiros. E isso acontece, em especial, devido ao fato de os valores serem mais atrativos. Por conta disso, cada vez mais pessoas estão investindo em produtos importados. Mas será que vale a pena?

É comum que as pessoas importem celulares, haja vista que o custo-benefício tende a ser muito maior. Afinal de contas, como não só a produção como as peças são produzidas lá, acaba valendo muito mais a pena, financeiramente falando. Mas será que o mesmo ocorre com os demais produtos?

Em relação a compra de eletrodoméstico importado, vale a pena? Essa é uma dúvida que cada vez mais pessoas estão tendo, haja vista o cenário não tão favorável. Mas, para que possamos responder essa pergunta, é interessante considerar alguns pontos.

Então, para entender melhor sobre esse assunto, é só conferir neste artigo exclusivo do Ideias e Finanças. Sem mais delongas, vamos ao que importa!

Vale a pena importar?

Devido a questões tributárias, muitos produtos nem sequer chegam aqui no Brasil, haja vista que o público pode não se interessar ou apenas não é válido financeiramente falando. Inclusive, muitas pessoas compram produtos importados para revender aqui no Brasil.

Eletrodoméstico importado vale a pena? Entenda

No entanto, é válido destacar que importar dos Estados Unidos ou de outros países não é assim tão fácil quanto talvez você pense. E isso acontece porque, no geral, é um procedimento bem burocrático e com um valor bem elevado.

E, se formos considerar o quanto o dólar está alto em relação ao real, pode ser que não seja nem um pouco viável. É claro que isso vai depender de qual produto você pretende importar. Isso deve ser levado em consideração.

Mas, se você tem algum aparelho que deu defeito, pode ser mais rentável você ir a um conserto de eletrodoméstico do que investir na importação de um novo. Fora isso, há algumas outras questões que se deve levar em consideração, e iremos falar sobre todas elas no decorrer deste artigo.

Evite problemas na importação de produtos

Dentre todas as reclamações que ocorrem nos sites de importação dos EUA, a sua grande maioria se resume ao tempo de demora das entregas, além de terem dificuldades de rastrear o objeto. No entanto, na grande maioria das vezes o problema é o vendedor.

Como alguns deles não possuem tanta experiência em vender para outro país, problemas como esses podem ocorrer. Então, a fim de evitar esse problema, o primeiro cuidado que você deve ter é em relação ao vendedor.

O ideal é que o fornecedor que você for escolher tenha experiência na área de vendas e, em especial, para fazer entregas no Brasil. Conseguir isso não é tão difícil, haja vista que basta olhar as avaliações e comentários.

Além disso, observe se a modalidade de frente tem a opção de código de rastreamento, até mesmo para você ter uma ideia de onde está o seu produto e ter uma previsibilidade de quando ele vai chegar.

Ou ainda, corre o risco do seu produto ser tributado. Nesse caso, é necessário saber onde ele parou para poder pagar a taxa.

Como escolher o Fornecedor nos EUA?

Para evitar alguns problemas na hora de importar o seu eletrodoméstico, é essencial que o seu fornecedor não apenas seja confiável, mas tenha experiência em fazer vendas e importar para outros países diferentes do dele.

Além disso, sempre considere que o seu produto pode ser taxado na alfândega. Sendo assim, tenha um valor para caso isso ocorra, uma vez que se você não pagar essa taxa, o seu produto não vai ser liberado.

Na maioria das vezes, esse valor corresponde a 60% referente ao Imposto de Importação em ima do valor total do produto, mas se considera o frete. Além disso, há o ICMS, que tem uma média de 17% + taxa dos Correios, de R$15,00.

Mas, em relação aos cuidados que você deve tomar ao escolher o fornecedor dos EUA, podemos citar:

  1. Sempre avalie os comentários e suas respectivas avaliações;
  2. Avalie no Reclame Aqui;
  3. Compare os preços, fretes, modalidades e variedades de produtos;
  4. Avalie questões sobre garantia, além do estorno de valores em caso de extravio;
  5. Procure contatar o vendedor por e-mail ou WhatsApp;
  6. Caso seja um pedido muito grande ou de recorrência, faça um contrato;
  7. Sempre peça fotos dos produtos comprados.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Outros artigos

Você pode ter interesse em:

O que realmente importa?

O que realmente importa?

Melhores plugins do WordPress para afiliados

Melhores plugins do WordPress para afiliados

7 razões indiscutíveis para você aprender Libras!

7 razões indiscutíveis para você aprender Libras!

5 dicas para evitar gastos desnecessários com a decoração da casa nova

5 dicas para evitar gastos desnecessários com a decoração da casa nova

O milagre do crédito

O milagre do crédito

Inteligência artificial nas empresas: Como isso pode alavancar os seus resultados?

Inteligência artificial nas empresas: Como isso pode alavancar os seus resultados?