Saia da era das planilhas eletrônicas

Saia da era das planilhas eletrônicas

Contas a pagar, contas a receber, estoque, notas, impostos, clientes… Ufa! Quanta coisa pra controlar, não sobra tempo pra nada! Esse é o discurso que costumo ouvir da empresa de ti que atendo. Porque tanto transtorno para controlar a empresa? É porque se faz necessário lançar esses dados em dezenas, talvez centenas, de planilhas eletrônicas. Em algumas situações, o empresário possui um sistema de gestão, mas por ineficiência do sistema ou por falta de confiança no programa passa a ser feito o lançamento e controle via Excel.

Esse trabalho que parece ser o mais apropriado é, sem sombra de dúvidas, o mais arcaico da era tecnológica. Uma pessoa que necessita de várias planilhas para poder extrair informação do seu negócio é uma pessoa que está a mercê do mercado, podendo a qualquer momento ser derrotada pela concorrência.

Além da questão de atraso de vida no que tange a necessidade de informação em tempo hábil, há também a falta de qualidade de vida deste empresário. Algumas vezes a pessoa deixa de ter convívio social para poder gerenciar a empresa. Quando deixa de fazer o acompanhamento para poder curtir um pouco a família e os amigos acaba perdendo o controle do negócio. É um pesadelo!

Mas como sair dessa cama de gato?!

Hoje é possível encontrar softwares de gestão para todos os tipos, segmentos e gostos. Existem os programas gratuitos e pagos. Padrões e customizáveis. Simples ou mais complexos. Tem o software de gestão ou o ERP. Em fim, tem pra todo mundo.

A questão é abdicar de um tempo para estudar o melhor sistema para atender as necessidades da empresa. Algumas vezes o empresário dá maior atenção para uma área e esquece de outra – pra quem entende de visão sistêmica sabe que isso é um tiro no pé. Outras vezes, é optado por um sistema mais barato, algumas vezes gratuito, para não ter o custo de investir nisso. A falta de um estudo mais aprofundado de sistemas e da análise de custo benefício da implantação o mesmo é sem dúvidas o grande ponto falho da área de TI.

O empresário precisa estar ciente de que com uma boa ferramenta é possível atingir bons resultados em tempo menor, com uma ferramenta aquém da necessidade da empresa, esse resultado pode demorar a ser alcançado, ou até mesmo se tornar inalcançável. Como diria Lincoln, é melhor passar mais tempo planejando e estudando para adquirir a melhor ferramenta do que gastar tempo e dinheiro tentando por erros e acertos.

Ideias e Finanças

Ideias e Finanças

O Ideias e Finanças tem como propósito levar a informação a respeito de empreendedorismo e finanças para pessoas de todo o Brasil

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.